terça-feira, 2 de março de 2010

DIIÁRIO DE BORDO: 8 DE MARÇO...

                               DIÁRIO DE BORDO: POR UM DEVIR MULHER...

                                                                                           JORGE BICHUETTI


Freud, preso aos limites vitorianos do seu tempo, viu na mulher uma marca: a inveja do Pênis...
De novo, o mesmo: o desejo colocado entre a maça e a serpente.
Não percebeu, então, que a opressão a levava, sim, a ter um terrível estigma: medo de bicípites...
O cotiano, assim, conta...
- Mulher, o que você fez que a janta ainda não está pronta?
- Cala a boca, você não sabe de nada!
- Mulher, você engordou... Ih! tá ficando velha e feia...
Os hospitais falam, também: hematomas, fraturas de costelas, pontos e gessos etc...
No trabalho, assédio sexual, salário baixo, desprestígio...
... Contudo, a mulher acordou e pouco-a-pouco luta e conquista seus direitos.
Março, 8 – Dia Internacional da Mulher... Celebração e luta, resistência e insurgência.



No campo psi, muitas revolucionaram o pensamento: Marie Langer, Madre Cristina, Nize da Silveira, Ana Pitta e muitas outras, muitíssimas, pensaram e atuaram contribuindo com a luta da mulher.

Este mês ouviremos muitas destas valorosas companheiras que trabalham e cooperam com a emancipação da mulher.

Hoje, iniciando nossas reflexões lembraremos Deleuze-Guattari...
O mundo não sobreviverá sem o devir mulher... Devir mulher das mulheres e dos homens, devor mulher dos heterossexuais e dos GLBTS...
O devir é sempre minoritário... e gera o genuinamente novo: a ternura e asuavidade, a generosidade e o espírito de partilha.
O homem e o seu poder falocêntrico majoritário produziu a guerra e a violência, a competição e o egocentrismo; a força bruta e a exclusão.
A mulher caminhou oprimida por outras veredas, e a sua desvalia agora diante da falência do status quo é potência de mudança.
Reflitamos... e ousemos devir... devir mulher, para que uma nova suavidade salve-nos da solidão e do desamor, do canhão e da destruição do planeta.
Nesta esperança, gritemos: Ave, Maria da Penha! Ave, Maria, marias!...
Elis – Diniz- Rosa – Olga – Anita - Lara – Sosa – Marylin – Beauvoir – Cora – Tarsila -Marina –Zilda –Evita – Juana Inés – Elke – Monique – Starling – Helena Greco...
E, tambem, Joaquina, Sebastiana, Ambrosina , Ana ... Maria, marias!...
Com elas e por elas, e pelo novo mundo que há de vir, lutemos...





2 comentários:

Samara disse...

Chico Buarque - Devir Mulher
Mulheres de Atenas - Mulheres de Hollanda

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Vivem pros seus maridos, orgulho e raça de Atenas
Quando amadas, se perfumam
Se banham com leite, se arrumam
Suas melenas
Quando fustigadas não choram
Se ajoelham, pedem, imploram
Mais duras penas
Cadenas

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Sofrem pros seus maridos, poder e força de Atenas
Quandos eles embarcam, soldados
Elas tecem longos bordados
Mil quarentenas
E quando eles voltam sedentos
Querem arrancar violentos
Carícias plenas
Obscenas

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Despem-se pros maridos, bravos guerreiros de Atenas
Quando eles se entopem de vinho
Costumam buscar o carinho
De outras falenas
Mas no fim da noite, aos pedaços
Quase sempre voltam pros braços
De suas pequenas
Helenas

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Geram pros seus maridos os novos filhos de Atenas
Elas não têm gosto ou vontade
Nem defeito nem qualidade
Têm medo apenas
Não têm sonhos, só têm presságios
O seu homem, mares, naufrágios
Lindas sirenas
Morenas

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Temem por seus maridos, heróis e amantes de Atenas
As jovens viúvas marcadas
E as gestantes abandonadas
Não fazem cenas
Vestem-se de negro, se encolhem
Se conformam e se recolhem
Às suas novenas
Serenas

Mirem-se no exemplo daquelas mulheres de Atenas
Secam por seus maridos, orgulho e raça de Atenas

Bj Samara

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Samara, sua lembrança é algo de preciosos; mulhres de atenas - mulhres resignação; mulhres que esperam e vivem por eles; nunca para si próprias...
Devir Beja quebra Atenas...
Devir sonho-arte-vida ação...
devir amor-partilha...
Atenas e seus homens? Eles algum dia sairam de lá?
abraços jorge