segunda-feira, 19 de abril de 2010

DIÁRIO DE BORDO: É PROIBIDO FUMAR...

                                                          PARADOXOS
                                                                     jorge bichuetti


É proibido fiumar! é lei... uma lei voltado à preservação da saúde.
Constrangido por fumar, penso que outras leis vigoram e isso me aliviava, pois nossos poliíticos são honestos e dedicados à felicidade do bem geral...
Pensei, então:
- que proibiram, igualmente, os burracos nas ruas quem cauam acidendes;
- que decidiram combater, de fato, o tráfico;
- que instituiram o direito à comida, evitando as mortes por desnutrição;
- que proibiram a aparição de políticos em lugares publícos, para que a corrupção não se contagie;
- que fizerram voto de apenas prometerem verdades, ainda que em campanhas;
- que irão renunciar os impostos do cigarro, criando um fundo público destinado ao tratamento dos sofrem de moléstia pulmonares;
- que irão reflorestar o estado;
-enfim, que irão ser vigilantes da honestidade, da dignidade e da justiça...
Serão?
São, assim?...
Ou vigiam o que podem ( o que lhes interessam), deixando à deriva o que não podem( mas lhes interessam)?
Eu quero fumar...
Existem leis meos autoritárias e mais vivas... Que pensam em todos: fumantes e não-fumantes...
Uma craiança, agora, morre de fome, um viciado de overdose, uma mulher é espancada...
E aí? Uhai...
Cana, poluição, estress no trabalho, marginalização...
São quimeras.
A exclusão dos fumantes basta!
Estes são nossos governantes...
A dengue não existe , nem nunca existiu...
Todos moram bem...
Não há vilolência...
Está tudo bem. Aliás, nem mensalão ou mensalinhos existiram...
Está tudo bem.. O diabo é meu cigarro, o resto corre pela santidade dos políticos.
Amém?...














Um comentário:

Prosa e Verso disse...

Bingo, Jorge! Bjos no coração, Andréia