terça-feira, 11 de maio de 2010

UM ESPAÇO DE VIDA E LIBERDADE: CAPS-MARIA BONECA

   CINCO NOTAS SOBRE A REFORMA PSIQUIÁTRICA, COMO ELA SE DÁ NO CAPS-MARIA-BONECA
                                                                                                       JORGE BICHUETTI
  
   O Caps-Maria Boneca é uma obra da Fundação Gregorio F. Baremblitt / Uberaba...
   Um espaço de liberdade e vida... Cuida de portadores de sofrimento mental grave, de um modo a torna pioneira e desbravadora.
   Funciona na rede da Reforma Psiquiátrica, vivenciando seus princípios e seus valores.
   Diferencia-se por ser um dispositivo esquizoanalítico-instituinte que trabalha há mais de 18 anos com a mesma dedicação e alteridade dos primeiros dias.
   Na rede antimanicomial se soma com firmeza e cqaloroso esforço de cuidar, acolhendo.
   Não é fácil resumir sua complexa filosofia.
   Nem definir seus sacrifícios e lutas...
   Ela é o que eu, como pessoa humana, busco, e nem sempre consigo ser.
   Porisso, aqui, sintentizo ainda que falho os seus valores:
   1.Direito à diferença e à singularidade.
    Muitos denunciam o manicômio, poucos ousam reconhecer na loucura um modo de ser e estar no mundo, em sofrimento ( carentes de cuidado) , mas anuncinado que a vida não é apenas as repetições da normalidade instituída.
    A crise é anúncio e denúncia, é profecia... Fala do novo... Clama um novo mundo e um novo jeito de estar no mundo.
    O hospício segrega e marginaliza o que é o emergente de um mundo falido - é necessário fazer a loucura caber no mundo e dela intensificar a criatividade e multiplicidade que o senso comum nos roubou.
     Um rizoma-vida: linhas múltiplas de vida e de modos de viver.
  2. Direitos Humanos.
    A clínica que patologiza a voz do usuário se nega a respeitar nele um cidadão.
    Um cidadão que fala de outros lugares...
    Escutamos a voz da bolsa de valores, dos generais das guerras e dos capatazes da moral, eles falam do humano e necessitam que seus direitos de liberdade e vida sejam garantidos.
   Ali, são livre, são cidadãos...
 3. Um novo cuidado. Amoroso, terno, carinhoso, compassivo, de conviviabilidade, solidário, de justas medidas e libertário.
    Ama-se... Cuida-se... Compreende-se... Partilha-se... Reinventam-se no calor dos afetos de acolhimento e produção de vida.
 4. Uma nova equipe. Transversal: que trabalha sob construção de uma relação nova - de vínculo, encargo e coresponsabilização.
 5. Uma clínica alegre e cheia de bons encontros: vitaliza o ético e o estético para que possa gerar novas linhas de vida, alternativas as linhas falidas do consumismo e da competição.
  Este é o CAPS-MARIA BONECA
  Esta é a nossa vida, já que , neste texto, assuno que nada sou: sou o que es te CAPS fez de mim.
  Diante de tantos que nos amam pelo que fazemos, nossa cumplicidade.
  Eles fazem juntos com seu apoio e inspiração.
  Aos que resitem o novo e caluniam e difamam... Nossso desejo de que prossigamos pelo bem que fazemos e com aqueles que desejam nesta vida algo de novo.
... Os que choram, em suas lágrimas nos pedem mais.
... Os feridos na estigmatização e nas violências da rua esperam mais...
... Os que se viram , um dia, negados-silenciados-estropiados, aguardam que façamos mais...
   Não retrocederemos no processo da reforma Psiquiátrica: com, sem e apesar dos dos homens.
   Não do homem genêrico: mas daquelas que desejam a escuridão quando dizemos, claramente, as luzes que vimos e temos não iremos ocultá-las..
    Assim, é o Maria Boneca e a Fundação Baremblitt: minha casa, meu lar... meu povo e meus sonhos.
    

4 comentários:

Marta Rúbia de Rezende disse...

Jorge querido, parabéns por essa casa de amigos, únivoca, diferente. Quando der, vou a Uberaba conhecer vc, sua casa e seus amigos. Vai ser uma alegria voltar a minha terra, meu umbigo. Meu pai nasceu em santa Juliana, muitos familiares meus são de Uberaba e região. E lhe confesso uma coisa imperdoável: não conheço Uberaba. Mas quando vc me conhecer vai ver que, mesmo vivendo mais de 30 anos em São Paulo, eu sou puro Triângulo Mineiro. Meu sotaque, um certo jeito de ser, um certo jeito de ver o mundo. Os seres não podem ser vistos à luz da semelhança, e sim da diferença. Mas a cultura coloca as suas marcas fortes na diferença. E uma das coisas que a cultura da região tem de diferente é um certo espiritualismo. Sei que isso anda meio perdido, mas em mim tá bem encontrado. Alguns amigos me chamam de Chapadinha do Bugre. E eu gosto porque sou mesmo chapadinha e bugrinha.
Hoje foi um dia de muita alegria. Consegui avançar, criar, fazer diferente. A gente tem mesmo é que agir e não reagir.
Muito obrigada por todo o apoio que me deu nessa semana. Nem tem uma semana que a gente se falou pela primeira vez e eu já lhe sinto parte de mim. beijo beijo beijo (viva o terceiro incluído)

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Amiga, nosso Caps é uma ilhota de liberdade neste oceano neoliberal da sociedade mundial de controle.
Uma comunidade de amigos que lembra a sociedade de amigos advogada por Deleuze.
Cheia de camaradagem e trocas poéticas... Carinho e ternura.
É Geraes... e transplanetária.
É linha de fuga... e partilha.
Festa e bons encontros.
Nela, temos vivenciado a concretização de uma clínica esquizoanalítica.
Sinta-se convidada a vir e compartilhar conosco os inventos de UMA NOVA TERRA E POVO POR-VIR.
ABRAÇOS
JORGE

sueli disse...

Eu posso dizer com meu pouco conhecimento, que o Caps Maria boneca trabalha com uma equipe transdicisciplinar onde é considerado um parceiro de igual para igual, e suas habilidades profissionais, valores, conhecimento, treinamento especial e experiência de vida são considerados atributos que enriquecem o processo grupal e ampliam os resultados para o paciente em todos os sentidos; não se esquecendo do processo crucial que é o ACOLHIMENTO feito pelo Caps.Digo isso pois tenho orgulho de ter sido paciente do caps e ser sua paciente, onde essa instituição foi um marco na minha vida pessoal e profissional.obrigado por tudo. Com carinho.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Querida amiga, acolhimento é ternura e carinho, respeito e inclusão...
Você caminha e com seu sorriso torna a vida acolhedora, pois reflete nos olhos as estrelas da imensidão.
A psicoterapia e o Caps representam para todos nós uma convocação:
- é possível mudar a vida e transformar o mundo;
- é viável explorar a singularidade e vivenciar a multiplicidade com a ética da amizade e da solidariedade.
Lhe vejo longe e perto...
Perto, a amiga grata e sincera...
Amanhã, o acolhimento potencializada nas suas mãos dedicadas e fraternas. abraço jorge