domingo, 6 de junho de 2010

MESTRES DO CAMINHO : DRUMMOND

                                   Faxina da alma

                                      Carlos Drummond de Andrade

Não importa onde você parou...
Em que momento da vida você cansou...
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo...
É renovar as esperanças na vida e o mais importante...
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado...
Chorou muito?
Foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes?
É porque fechaste a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora...
Pois é...agora é hora de reiniciar...de pensar na luz...
De encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Um corte de cabelo arrojado...diferente?
Um novo curso...ou aquele velho desejo de aprender a
pintar...
Desenhar...dominar o computador...
Ou qualquer outra coisa...
Olha quanto desafio...quanta coisa nova nesse mundão de
meu deus te esperando.
Está se sentindo sozinho?
Besteira...tem tanta gente que você afastou com o
seu "período de isolamento"...
Tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu
para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza...
Nem nós mesmos nos suportamos... ficamos horríveis...
O mau humor vai comendo nosso fígado... até a boca fica
amarga.
Recomeçar...hoje é um bom dia para começar novos
desafios.
Onde você quer chegar? Vá alto...sonhe alto...
Queira o melhor do melhor...
Queira coisas boas para a vida...
Pensando assim trazemos para nós aquilo que
desejamos...
Se pensamos pequeno... coisas pequenas teremos...
Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente
lutarmos pelo melhor...
O melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental...
Joga fora tudo que te prende ao passado... ao mundinho
de coisas tristes...
Fotos... peças de roupa, papel de bala, ingressos de
cinema...
Bilhetes de viagens... e toda aquela tranqueira que
guardamos quando nos julgamos apaixonados... jogue tudo
fora...
Mas, principalmente, esvazie seu coração...
Fique pronto para a vida... para um novo amor...
Lembre-se somos apaixonáveis...
Somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes...
Afinal de contas, nós somos o "amor"...
Porque somos do tamanho daquilo que vemos, e não do tamanho da nossa altura.

6 comentários:

Anônimo disse...

Creio que este texto não é de autoria de Drummond.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

De quem?
Mande-me e corrigirei...
Mas o melhor mesmo é degustar seus caminhos e colher os frutos.
abraços jorge

Maria Alice O. Dias disse...

Dr. Jorge, não precisa preocupar em fazer a correção do autor desta beleza denominada "Faxina da Alma".
Fico muito feliz, minha alma canta e encanta em poder lhe dizer com muita propriedade, que o autor dessa belezura tem um belo e respeitado nome: CARLOS DRUMOND DE ANDRADE.
E para deixá-lo mais belo segue o "Recomeçar" de REGINA DRUMOND.

RECOMEÇAR

Regina Drumond
Enlace com Faxina da Alma de Carlos Drummond de Andrade

Viver o novo, intuir, criar.
Limpar a alma, limpar o cérebro.
Fazer novas conexões
Pelo melhor...
Fazer com o coração
Ter paixão em criar, em inovar.
Viver ...
Viver momentos criativos
Criando o momento
Sempre há possibilidades de reinicio
Cada dia a cada momento...
Dar chance a si mesmo
De mudar, de crescer
De desenvolver
Sair da rotina e ver o novo
Abrir novas janelas
Ver novos horizonte
Horizontes belos
Que belo horizonte...
Aprender
Vencer novos desafios
Estar no cume da montanha
E lá de cima
Observar a vida com novas perspectivas
O feito e o não feito
O desafio de recomeçar
Realizando sempre coisas novas
Inéditas...
Explorando o conhecido- desconhecido
Abrindo oportunidades
Motivando-se para vencer
Pronto para a vida
Pronto para o amor

Um grande e carinhoso abraço.
Maria Alice

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Maria Alice, obrigado por mais uma pérola da vida que escreve o que sussurra nossos corações, através dos poetas que vivem entre as dores da labuta e os encantos dos sonhos.
abraço, com ternura e carinho jorge

Larissa disse...

O texto realmente é muito bom para reflexão. Mas Drummond não escrevia assim. Pelo o que andei procurando, designam que o texto é do famoso AUTOR DESCONHECIDO (rss)O lance primordial, é que as pessoas veem Carlos Drummond como um "fofo" que escrevia coisas bonitinhas. Não! a ironia dele corrói almas, esbofeteia defeitos, insere bons conselhos morais. Enfim, apenas um adentro para essas buscas pela internet. Há blogs interessantes e textos, inclusive de LFV que falam disso. No mais, Jorge, gosto do blog, poemas e esquizo (leio por conta, estudo porque gosto:) Abração e óh: o congresso esse mês na CF FOI O BICHO

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

obrigado, vale, então, o agenciamento de vida. Talvez já seja um desautoramento...
Abraços jorge