quinta-feira, 16 de setembro de 2010

CARTA À ARAXÁ


Amigas, lhes escrevo com o coração pusando entre o lápiz e os sonhos.
Sonhos tão nossos: liberdade, justiça, ternura e solidariedade.
Antes, peço a benção a duas mulhres: Dona Beja, matrona do amor e da generosidade, e a Patrícia Ávila, dignidade inquestionável e amizade leal e sincera.
O rompimento com MIlton se deu, tardiamente e oportunamente...
Tardiamente, pois seu grupo fez um ataque mesquinho e cruel a Las Madres, a Gregorio Kazi, a Paulo Amarante e a Fátima e a mim, como se vê na carta publicada neste blog no dia de ontem.
Ele nunca aceitou a vinda do Congresso para Uberaba, e como é do seu feitio, passou a fazer jogo duplo: nas costas e na internet, nos chamavam de gulosos e usurpadores.
E no diálogo que tive com ele , que estava ameno e terno, passou a caluniar amigos do próprio Instituto de BH.
Assim, preferi trabalhar em casa no domingo para não voltar a brigar, algo que fere meu desejo de serenidade e suavidade.
O tempo tudo cura... Seguirei, com a amizade de vocês e o carinho de Araxá.
Isso são bagatelas, o que importa é que nos amamos.
Minhas lágrimas hão de florescer e com suas flores vamos enfeitar nossas cirandas e carnavais.
Muito as amo. Muito as respeito.
Renasceremos novos, radicais na alegria potente do canto de vida que desbrava as alvoradas coloridas.
                                        JORGE BICHUETTI

6 comentários:

Samara disse...

A bênção guerreiro de Jorge

Por tanto amor
Por tanta emoção
A vida me fez assim
Doce ou atroz
Manso ou feroz
Eu caçador de mim

Preso a canções
Entregue a paixões
Que nunca tiveram fim
Vou me encontrar
Longe do meu lugar
Eu, caçador de mim

Nada a temer senão o correr da luta
Nada a fazer senão esquecer o medo
Abrir o peito a força, numa procura
Fugir às armadilhas da mata escura

Longe se vai
Sonhando demais
Mas onde se chega assim
Vou descobrir
O que me faz sentir
Eu, caçador de mim


Nós, em busca da Ilha Desconhecida.
samara

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Samara, sonhando e cantando, vamos...
Muitas batalhas ainda nos deixarão tristes e cheios de lágrimas, mas sempre teremos a alegria das verdadeiras amizades com o seu concerto de paz e esperança. abraços jorge

pnacifavila@gmail.com disse...

Querido irmão Jorge

Se minha bênção lhe é cara, saiba que sua presença me inspira, suas palavras me emocionam, sua existência me alegra.
Contigo, sonho liberdade, justiça, ternura e solidariedade. Contigo quero partilhar esperança e vida, vida em abundância.
Por uma alvorada de paz!
Sinta um abraço terno, um afago em seus cabelos e um beijo no coração.

Patricia Avila

Camila Bahia Leite disse...

Amigo Jorge,
Guerreiro afável de muitas batalhas,
entre cantos e encantos,
sinta Araxá como um recanto para a amizade terna, sincera e aconchegante.
Sinta-se apoiado e acariciado com toda serenidade e paz que o momento pede.E se lágrimas se fizerem presentes, juntemo-nos a você nelas, pois essa luta não é solitária, é nossa...
sentimos isso na vida, no "corpo" que é afetado, no entre das relações e conquistas diárias, nas vidas potencializadas pelo amor, daquele que muitas vezes sequer sabe defini-lo...
E tomamos o lugar de estar juntos, na dor, no amor, na conquista, no fracasso...
mas pensemos mais...
no grande encontro de centenas de pessoas que sentem-se afetados em encontros produtivos e alegres, num Congresso que congressa devires vindos não sei de onde, explicados não sei como e vividos dentro e fora...
uma magia de entrega e oferenda á vida...
a bela e intocável arte do sentir...
e por tantas alegrias, vivências e encontros, sinto-me grata. Pelo seu carinho e respeito emocionada...
Então, que haja vida continuamente, e que nos lembremos que nascemos deuses, para nos libertamos das imposições e descobrir novas potências, como você mesmo diz.
Grande abraço e um brinde à vida de batalhas perenes e alegres.
Assim, que muitas alegrias sejam compartilhadas e ressonantes!!
Amo-te.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Patrícia, você é para mim a corporificação da dignidade e da alegria, da honestidade e da ternura.
Em você, encontro um olhar que é um entre as potências suaves do hoje e o explendor da aurora.
Jamis quero que sinta em minhas críticas que algo se refere a você, amiga.
Você é um tesouro que conservarei eternamente, procurando viver para merecer seu carinho e sua amizade. jorge com abraços de ternura e carinho

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Cámila, Obrigado. Uma lágrima caiu agora, e depois de tanta tristeza foi a primeira lágrima de alegria. Obrigado. Te amo e vamos caminhar muito entre sol e chuva, mas sempre sob a benção do céu estrelado. abraços joorge