terça-feira, 14 de setembro de 2010

DIÁRIO DE BORDO: NAVEGANDO

                                                                                         JORGE BICHUETTI

   Não sei por onde ando. Navego... Mares tumultuados, horizontes cinzentos.
   Sempre tive ventos suaves, céu azul e pássaros cantantes. Agora, não. Sobrou o silêncio.
   Meu corpo cansado, machucado. Devia ser primavera.Não é.
   Devia ser carnaval, nao é...Onde estou? Amigos? se foram.Os vôos cairam na pista e a pista está nodeada.
   Ficou eu e a minha solidão. Mas não era dia de festa. Como festa se roubaram o violino?
   Quanta dor... Quanta espera. Amanhã. não mais que amanhã, decreto: Sremos o que o mar producir.
   Pouco ou muito, pouco importa. Seremos
  O Congresso acabou. Um fim antes do último beijo. Um fim antes das mãos dadas. Um fim qualquer.
  Querido blog, queridos blogueiros: eu voltei.
  Novo, firme, esperançoso: NA VIDA EU CREIO
   TEORIAS, TÉCNICAS, ARTEFATOS? NÃO SEI. NÃO PENSEI. CREIO NO SEU AMOR, CREIO NA LIBERDADE, CREIO NA CAPACIDADE DO SONHOS LIVRES DE TODA SOBERBA E DE TODA MESQUINHARIA.


10 comentários:

Samara disse...

Querido amigo Jorge,
Não, você não está só. Domingo, ontem e hoje você se fez presente em meus pensamentos e no meu coração. Assim permanecerá. Estou solidária a você, estou aqui. No entre nos encontramos, festejamos e ali foi primavera. Ainda carrego o perfume daqueles momentos comigo. E assim haverá de ser infinitamente. Sim, o amor, a liberdade e os sonhos, o que mais além disso? Nada! Não há pouco e nem muito. Há vida, há esperança, há comunhão. O que pensam de nós não importa, o sol continua a brilhar em nossos caminhos, e não muito distante encontraremos o mar azul, o céu estrelado e a companhia eterna daqueles que nos são mais caros. Celebremos a vida em sua grandiosidade. Descanse e reequilibre suas energias, amanhã será um novo dia. Espero encontrá-lo em breve, para festejarmos e sonharmos com o que está por vir. Com todo carinho, Samara.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Querida Samara, doce e terna amiga, não sei o que seria de mim sem sua amizade.
Alguns momentos são escuros e tristes, eles valem o brilho das estrelas.
Alguns momentos são tempestuosos, vale o aconchego dos amigos...
Seguiremos. Sonhando, cantando e rindo...
E nunca nos faltará o calor da verdadeira amizade.
A fofoca, a desonestidade e o mesquinho irão com as cinzas que voam para o nada, ficará o carinho e o amor. abraços, entre uma lágrima e umsonho de esperança. jorge

Samara disse...

Choro contigo e suas lágrimas enxugo com minhas mãos e um sorriso de esperança. Feche os olhos e sinta-se por mim abraçado ternamente, em todos os momentos. samara

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

O que seria da vida se fosse a amizade: seria puro deserto, e vazio inútil. Te amo. jorge

Leonice disse...

Querido Jorge,
Em forma de aconchego,expresso minha ternura e desejo que esse horizonte escuro e cinzento se transforme em chuva. E que lindo o poder da água, que cai em foram de chuva, que limpa nossa alma e que flui com nosso desprazer.
Que a lágrima só caia por necessidade, não por imposição, e que os olhos brilhem como o sol.
Com carinho, Leonice(Sereia de Araxá)

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Às sereias de Araxã: vocês são a ternura na aridez do deserto;
as flores que perfumam as noites sem esperança; e são a amizade na companhia amorosa e alegre que espanta toda solidão. Obrigado. Jorge

igbfrutal disse...

Dr. Jorge,
Saiba que o senhor é fruto constante de inspiração política-ética-estética. Por onde seus caminhos forem hão de encontrar com os nossos.
Nossos sonhos serão fortes o sufiente para navegarem em águas revoltas e retornarem na primavera que nos aguarda.
Forte abraço, celso.

Maria Alice disse...

Poeta, humano, militante e sonhador,

é impossível avaliar a força que possuímos sem medir o tamanho do obstáculo que ela pode vencer, nem o valor de uma ação sem sabermos o sacrifício que ela comporta. Reveses momentâneos servem para o crescimento.
Ainda há muito que sonhar, fazer, plantar e amar nessa vida. Vai em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões. Solidão? Tristeza? Isso passa. Só não se prive da amizade com Deus, que nos protege.

"Eu acredito que nós devemos morrer com decência de forma que pelo menos a decência sobreviva." (Dag Hammarskjöld)

Carinhoso abraço.
Maria Alice

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Irmãos e amigos, como me consola a presença de vocês em minha vida. Somos parceiros de sonho, amigos de caminhadas e por elas vamos fabricando o amanhecer de um novo tempo.
Meu beijo no coração jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

maria Alice, somos a utopia e a força do amanhecer. Amanhceremos juntos: resistindo, criando e solidarizando-nos com todos que nas suas dores rogam silenciosos nossa mão.A eles, doemos >nossas vidas abraços jorge