segunda-feira, 11 de outubro de 2010

DESTERRITORIALIZAÇÕES E RIZOMA: A FUNÇÃO DO RITORNELO

                                                                                            JORGE BICHUETTI

Já não concebemos a realidade e o inconsciente, como uma árvores, cuja raíz ( núcleo central) lhe daria um ordenamento e um sentido de identidade.
O rizoma é um modo de conexões que não tem início ou fim, nem um núcleo ordenador, é uma malha onde cada pedaço produz o seu sentido.
Também, reconhecemos que nos processos de desterritorialização perdemos as refências ordenadoras, e ganhamos uma velocidade e intensidade que nos coloca num proximidade extrama com as potência criativas e com o Corpo sem Órgãos.
Então, para que possamos entender o funcionamento rizomático e as desterritorializações  e seu inerente perigo de se cair num buraco negro, parece útil entender o conceito de ritornelo.
O ritornelo é um fragmento da másica que se repete periodicamente, dando-lhe uma harmonia melódica.
Todos temos somos ritornelos...
Se funcionamos como umdisco arranhado, isto é, com ritornelos cristalizados que repetem compulsivamente, o trabalho terapêutico cuida de agenciar bifurcações, enriquecendo a existência e potência daquela vida.
Nas reterritorializações, nossos ritornelos faciltam a construção de novos territórios de referência, já que nos mantêm funcionantes, e se os possuimos muito fragilizados, por exemplo, na dependência química que esvazia a vida de sentido, o que ocorre é que desterritrializamos e não genrando novos territórios, caímos num buraco negro, num funcionamento onde somente a próxima dose ganha sentido.
Não deixemos , assim, de melodiar nossao funcionamento com algo que nos produça alegria e sentido, e ai, para tanto, cabe responder qa questão de Nietzsche: o que vivemos e que viveríamos ainda que tivéssemos
que carregar-los para eternidade?

2 comentários:

Marta Rúbia de Rezende disse...

Jorge e amigos deste lindo blog Utopia Ativa,
rizoma com vocês e ritornelo para vocês no blog http://www.uzinamarta.blogspot.com
No mais, tra la la la la.
Marta

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

marta e todos os amigos do utopia ativa, encontrar um entre que nos convoca à invenção e à alegria, num tempo de cinzas, é algo especial, um acontecimento...
Para mim , o blog uzinamarta.blogspot.com tem sido uma florida e encantada linha de fuga.
Abraços jorge