sábado, 30 de outubro de 2010

POESIAS : VÕOS DELIRANTES

                                                          LOGICAMENTE...
                                                                          JORGE BICHUETTI





Se amo, logo, penso...

Se penso, insisto;
então, persisto...
con-sigo...
E-ternamente,
fazer o jardim
              florir
           flor-rir
        flor-ir-se...      


                                                  DUBIEDADES DA SERPENTE
                                                                          JORGE BICHUETTI

Uma maçã caída
:gravidade...
Nova lei, o escuro,
agora, se dá no claro...
Uma maçã mordida:
gravidade...
Um pecado - está proíbido
fazer amor à luz do dia.
Ou encontrar sapiência
nas travessuras da alegria.


                                                                       EROS
                                                                           JORGE BICHUETTI

Uma flecha
no coração...
Eros me fisgou;
só esqueceu-se
de flechar
um outro coração
que pudesse
nos labirintos do amor
ao meu acoplar-se...

2 comentários:

Marta Rúbia de Rezende disse...

Se amo, logo, não penso...
Se não penso, instintos;
se instintos, desisto.
E vôo pelos infinitos.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Que bello... Amei. jorge