segunda-feira, 21 de março de 2011

BONS ENCONTROS: GUIMARÃES ROSA E SUAS ANOTAÇÕES DO DIÁRIO EM PARIS... ( PARTE 1 )

E o dia se estende repensadamente.
                     ***
Também os defeitos dos outros são horríveis espelhos.
                     ***
A queda do homem persiste, como a das cachoeiras.
                     ***
Nós todos viemos do inferno; alguns ainda estão quentesde lá.
                     ***
A alma insuflada no barro não cessa de trabalhar seu invólucro, numa tremenda operação química.
                     ***
Os santos foram homens que acordaram e andaram os desertos de gelo.
                     ***
O Inferno é o Céu mesmo, para os que para o Ceú não estão preparados?
                     ***
Somos cegos transparentes.
                     ***
As velhas pedras influem, como os astros, mas só as árvores convivem com a terra impunemente.
                     ***
A memória nem mesmo sabe andar de costas: o que ela quer é passar a olhar apenas para adiante.
                     ***
O azul sugere e recorda. Mas só do nenhum verde é que saem as vivas aparições.
                     ***
Saudade é ser, depois de ter.
                     ***
Tudo é sentinela.
                     ***
Preso na praça de Deus, como o peixe em nenhuma rede.
                     ***
É a do escopro, e não a do martelo, a mão que dirige o mármore.
                     ***
Mas ir buscar o mármore na montanha.
                     ***
Ou a loucura legal do entusiasmo.
                     ***
Também os dias vão como escada, para não se descer ou subir.
                     ***
Não ter medo: o mar não se destrói com nenhuma tempestade.

                                                    JOÃO GUIMARÃES ROSA

6 comentários:

Thiago Luis disse...

Meu querido Jorge, sempre me emociono ou encontrar os seus escritos cor-de-Rosa... já que Guimarães está esparramado sobre seus escritos, como nos meus.... nos acolhendo nossas ânsias e lembranças, nossas arestas e festas, nossos ires e devires... Obrigado por cadalágrima de emoção encontrada aqui. Saudades de nossos bons encontrs virtuais. Abraços!

☯ℒ❀LuGoyaZ❀♬✪ disse...

Olá Dr. Jorge! Adoro esse poeta dos paradoxos. Abraço. Lu.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Thiago, estás me devendo uma poesia... Teu poetizar é uma suave miragem de um tempo que há de vir...
Te acompanho e te adoro, pela vida que nasce do teus versos e da tua ternura;
Abraços, Jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Lu, estes escritos do Rosa os descobri por acaso e tenho enorme alegria de os dividi-los: irmanando-nos num tresloucado porvir... Abraços com ternura, Jorge

CLARA disse...

Dr Jorge adoro Guimarães Rosa te envio estes trechos com carinho
clara

"... nessa água que não pára, de longas beiras: e, eu, rio abaixo, rio a fora, rio a dentro "


[Guimarães Rosa]


"A vida é feita de poucas certezas e muitos dar-se um jeito."

[Guimarães Rosa]

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Clara, que legal! amo muito os escritos de Rosa, sempre me encantou... Um carinhoso abraço, Jorge