segunda-feira, 28 de março de 2011

NAS VEREDAS DO AMOR... CORES, FLORES... ADVERSIDADES E DIVERSIDADES...

Na solidão, a saudade chega... Amores perdidos, amores esquecidos... Lembranças, recordações... Não deixes que o orgulho te impeças de lutar... Pior derrota, é a da desistência... A lágrima mais ácida, é a lágrima não chorada..


Porém, cuidado...
O amor não é um jogo, nem funciona numa trama paranóica... Se não dá prá controlar, liga já o alarme...


o amor segue sua jornada... ele dá as cartas, porém,ninguém é obrigado a jogar...
há outros amores... há amores que são árvores cheias de frutos e com sombra pra descansar...


Um grande amor: um grande amor se diz... se canta... se encanta e se vive... sem enganos.
Um amor com carinhoe ternura, uma doçura... como esta canção...


e entre tantos desenganos e adversidades, se necessitar ir e te preceberes já sem forças... mira o horizonte e toca teu sonho na longa da estrada, certo de novos alvoreceres...


e, assim, se chega... Compreende-se que viver é persistir, resistir, divertir e inventar novos horizontes na magia do amor que nunca se esgota ou tem fim; renasce, floresce de novo, e volta a sorrir...


amor de girassol
                   jorge bichuetti

Só, se longe do sol
e da comunidade
que segue... uma diversidade
de cores
flores
ardores
e louvores...

Sempre nasce um gira-sol...
Girassóis que florescem
e a terra canta a alegria
de no azul amarelar-se
de no verde dourar-se
de no branco negro
mundo de cores e forças
de desejos sonhos magias
um vermelho amar...
um lilás sonhar...
um colorido brincar...
de amar... de amar...
pra se dar e brilhar...
pra ser no sol um novo cantar...


2 comentários:

☯ℒ❀LuGoyaZ❀♬✪ disse...

Olá Dr. tenho minha concepção do que é amor. Se posso dizer, o amor é a manifestação que temos dentro de nós da vontade de sermos livres e depositamos todas as expectativas dessa nova liberdade no ser amado. Desentranhamos as fantasias mais profundas d'alma para que, enfim, sejam convertidas numa doce odicéia compartilhada sempre com o nosso objeto do desejo que é o sexo. Abraço e grata por compartilhar seus lindos textos. Sua fiel seguidora... LuGoyaZ.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Lu, tua definicião é bela e poética, nos envolvemos uns com os outros na tentativa de nos libertar; como se o amor fosse composto de sonhose vida, uma vida para além da vida e um sonho de felicidade e cúmplice união... Abraços com ternura, Jorge