domingo, 27 de março de 2011

O AMOR ANDA ESCASSO?.. COMO ANDA NOSSO MODO DE AMAR?...

                           AMOR
                                    Jorge Bichuetti


amo e não temo
a dor, a solidão...
O amor anda
na aventura, ira
de uma vida sem
carinho... uma flor


seca, a vida, assim,
não tem valor.. calor,
um canto de louvor...


quero um amor, que
seja um carinho... uma flor...


Uma flor... vaga, errante
num descompasso, laço
o amor perdido, assim,
como se fosse uma vida,
longe, do  vida que antevejo
na disritimia de um compasso...



 e viver... é alegria ou dor? saudade ou novo encontro?


e a vida?... o uque queremos da vida?...


e , aí, vamos ou paramos?... A vida pede um gesto de de desejo eeeee sonho e jeito de viver que seja um sincronia com o amor...


Assim, vivemos... e sonhamos: o amor pode onde nada havia podido, emtão... pode mais.. pode amar... pode sonhar...


ousemos amar... ousemos se dar...

8 comentários:

Tânia Marques disse...

O amor transpirando pelos poros do devir-emoção. Você é o melhor poeta do devir que até hoje conheci. A inspiração toma conta do teu ser, e os teus instintos se jogam de cabeça no corpo e na alma do outro. Nada simétrico, tudo irreverente; nada escandaloso, tudo infinitamente livre e gostoso, pele com pele, cheiro com cheiro, boca com boca. Sensualmente libidinoso, nada perverso, tudo libertariamente permitido em nome do amor e do prazer. Beijos onde tu quiseres colocá-los.

Anne M. Moor disse...

Jorge

Me pergunto seguidamente esta pergunta e juro que não tenho a resposta. Talvez a pergunta devesse ser "Como queremos ser amados?"

beijos
Anne

Anônimo disse...

VOCE o poema em meu corpo/
eu entregue tal chuva escorrendo a terra/
águas frescas no abraço do solo quente/

Divino prazer eu e voce/
acolhendo-me no seu amor/
perfeito encaixe de corações sofridos/
...e ansiosos do renascer/
no inicio do beijo,no meio do fogo/
no final do imoral desfalecer/

A mim o desejo em seu olhar/
homem desvelado tal sol de pura vida/
luz ardente no enxerto da flor. DE

Prof.: JOSÉ CARLOS disse...

Vim conhecer seu espaço e gostei muito! Muito seleto e diversificado. Parabéns. A educação é a base do ser humano para sua vida em sociedade e para uma vida feliz. Também sou educador e vejo que nossa base holística é o caminho mais ameno a seguir, repleto de aprendizados diários em rumo a uma qualidade de vida equilibrada. E encontramos nas plantas a saúde para todos os males do corpo.
Obs: Me tornei seu seguidor.
Prof. José Carlos
http://projetosead.blogspot.com/

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Tânia, que análise acolhedora. Perambulo entre o cuidadoe a poesia, a filosofia e as canções:Assim vou semeando sonhos de liberdade. Não sei se consigo; esta é a intenção... Abraços com ternura, Jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne, ouso responder: nosso lado criativo, afirmativoe artísitico, queremos carinhoe ternura, cumplicidade e partilha; já nosso lado edípico, queremos as velhas repetições do amor-desamor, sempre numa corda bamaba... Abraços com carinho, Jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Denise, ótimo poema, irei publicá-lo, assim, que postar sociedade de amigos...
Abraços com carinho, Jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Prof. José Carlos, que alegria; irei hoje ainda visitá-lo no seu blog... A educação é terra que asubamos com as chyvas da ternura e o sol da esperança... entre artes.
Abraços, Jorge