quarta-feira, 30 de março de 2011

VIDA, SONHOS E ARTE: AFORISMAS NOTURNOS... UM ENTRE, A FILOSOFIA E A POESIA...

                                                                       Jorge Bichuetti

O sonho antecipa, acelera e intensifica... a realidade da aurora que dormita na escuridão da noite.
                                                  ***
Indignar-se é o verbo da vida que se vê ferida pelo punhal da injustiça.
                                                  ***
Na encruzilhada, o homem vê retas, curvas... eclipses, miragens... E, ali, na transversalidade dos seus eus, há um sonho no caminho e há o caminho do seu sonho.
                                                  ***
A flor que nasce no pântano não sabe se é um sonho de um batráquio ou a corporificação de um anjo
                                                  ***
A ponte sobre o abismo é um dispositivo do devir. Um entre... onde estradeiam os que mirando o porvir, não se sentem seduzidos pelo burburinho das sombras do oco precipício.
                                                  ***
A brisa refresca; o vento curva... Os caules flexíveis resistem; os que enrijecem tombam...
                                                  ***
O andarilho se encanta com o horizonte. Nele, vê novos mundos...
Para quem se estagna na beira da estrada, o chão e o céu, o que vem e o que vai, não passam de um espelho.
                                                  ***
Quem só uiva para a lua cheia, não ama o outro; deseja o prazer e a si próprio, refletidos no luar...
                                                  ***
O entardecer é um atalho para os sonhos. A arte e os rituais de magia, igualmente... Territórios reais do surrealismo... Da vida.
                                                  ***
A revolução é um sonho de libertação; e os sonhos são revoluções libertárias que libera o homem do racionalismo, do pessimismo e do fatalismo.

2 comentários:

☯ℒ❀LuGoyaZ❀♬✪ disse...

Boa tarde Dr. Jorge! No embalo dessas serenas frases venho prestar meus sentimentos ao seu Estado de Minas Gerais que perdeu uma grande referência de homem público no cenário da política brasileira já tão carente deste exemplo de honestidade e lisura que foi a pessoa do ex-vice Presidente José de Alencar. Abraço com ternura. LuGoyaZ.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Lu, que perda... Um grande homem: guerreiroe íntegro. Postei hoje a frase dele sobre a desonra. Abraços, minha amiga, com imensa ternura; Jorge