sábado, 28 de maio de 2011

MESTRES DO CAMINHO: BOB DYLAN E OS CAMINHOS DO HOMEM-HUMANIDADE...

                                                      REFLEXÕES:

- "Quando não se tem nada, não há nada a perder."

- "O primeiro agora será o último mais tarde. Pois os tempos, eles estão mudando."

- "A felicidade não está na estrada que leva a algum lugar. A felicidade é a própria estrada."

 - "Não sou eu. São as músicas. Eu sou só o carteiro. Eu entrego as músicas."

                                                  BOB DYLAN

4 comentários:

M. disse...

Este já teve a felicidade de me ver:)

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

M; e sei que foi um grande encontro: abraços com ternura, jorge

Hermenêuticas de Lou disse...

Este carteiro é maravilhoso não é mesmo? Lindas músicas trazidas ao vento... Dr. Quando não há o que se perder não se deve fazer negócios, pois quem nada tem a perder, pode perder a confiança em si mesmo e desistir da palavra uma vez dada. Digo isso porque meu pai já me disse uma vez para que eu nunca fizesse negócios fossem imobiliários, p.ex., com pessoas inseguras e que não tem nada a perder caso se desiteressam pelo acordo anteriormente fechado comigo. Ele tinha razão, já vi exemplos suficientes disso. Filosofia que na verdade, é um grande presente. Meu abraço com doce afeto. Lou Moonrise.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

lOU, O CAMINHO É PARA MIM PARTILHA E SONHO; SIGO NA ESPERANÇA DA AURORA E NA CONFIANÇA QUE OS SONS DE DYLAN GEREM UM MUNDO NOVO.
ABRAÇOS COM TERNURA; JORGE