sexta-feira, 27 de maio de 2011

POESIA: POETAS E POETISAS, O QUE PODE UMA POESIA?....

                                                    EVANIR
                                                         Jorge Bichuetti

Poetisa da viagem
pelos caminhos dos sonhos
onde semeias poesias -
ternuras maternais,
cantos da paixão,
encantos de fé...
Caminhos, poetizando
e dando vida
aos que na poesia
sonham também...
Poetas esquecidos,
poetas nunca vistos,
poetas na alegria
do primeiro verso...
Poetas e poesias
que no teu jardim
florido, ganham
espaço e vida...
numa ode à beleza
da vida dulcificada
nos versos de u'a
singela poesia...


                             NOSTALGIA CORPORAL
                                                                        Jorge Bichuetti

Um opressivo nó na garganta
no meio da vida no caminho...
Um estertot de agonia no ar
nas miragens sombrias do meu trstonho
existir entre a flecha é o arco...
Perambulo... Becos sem saídas,
ruas desertas, trilhas incertas...
Submerso nos meus desatinos,
espero a tua mão carinhosa
o teu sorriso brejeiro e a tua
terna e sensual companhia...

Não domino as fligramas do dicionário,
mas me pressinto adoecido... de saudade.


                         AMBIGUIDADES DO MAR
                                                                         Jorge Bichuetti

Num barco sem velas,
ondeei em alto-mar,
no longe sem terras
avistei miragens ancestrais:
uma caravela perdida
traçando um rumo incerto
entre a audácia de seguir
e a força do mar agitando
os desejos de vida das sereia
que ocultas cantam seus sonhos
de no profundo azul, namorar...


                                                  HAIKAIS
                                                            Jorge Bichuetti

o velho guerreiro

persisto valente,
agora moribundo:
me atiro no ar...

amor-passarin

as flores seduzem
os que aspiram um terno
amor-passarin

um terço

um terço do caminho
reza nuvens de poeira:
novos crus calvários...




2 comentários:

Bruno JP Teixeira disse...

A 1ª IMAGEM É UM SHOW JÁ A CONHECIA, MAS ACHO QUE FOI MUITO BEM FEITA!!!

ABRÇS.
BRUNO JP TEIXEIRA - O PORTUGA
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Bruno, a poesia e o riso são asas da alma que nos tiram dos abismos de dor, agonia, desalentoe tristeza... Quero um dia montar um trabalho de divulgação do seu blog: inteleigente e leve.
Re-fazimentoe paz.
Abraços com carinho, Jorge