sexta-feira, 27 de maio de 2011

UTOPIA ATIVA: UM PROCESSO INSTITUINTE...

                      Utopia Ativa
                                 Marta Rúbia de Rezende
 

A utopia é um não lugar.
Já a Utopia Ativa é um projeto, um lugar.
E é luta, solidariedade, poesia, acolhimento, educação, ecologia...
E é sangue, suor, lágrimas, risadas compartilhadas...
E é também computador, tecnologia, blog, livros, música, aparelho de som, cine clube...
E é Deleuze, Guattari, Sartre, Paulo Freire, Foucault, Che Guevara, Lorca, Neruda e tantos mais...
E é real e é surrealismo.
E é mais, é trabalho, comidas, gastos, alguéns que pagam as contas...
E é sonhos, e é noites sem dormir, madrugadas chuvosas e enluaradas...
E a Utopia Ativa é rizoma na prática e na teoria, praxis revolucionária, finalidade do conhecimento.
E é por isso que o Jorge Bichuetti pode contar comigo pro que der e vier.
E eu sou apenas um E no meio de tantos E E E E E E E E E E....
E eu sou alguém que gosta de rock, jazz, samba, bolero e até de iê-iê-iê.


“... o que os intelectuais descobriram recentemente é que as massas não necessitam deles para saber; elas sabem perfeitamente, claramente, muito melhor do que eles; e elas o dizem muito bem. Mas existe um sistema de poder que barra, proíbe, invalida esse discurso e esse saber. Poder que não se encontra somente nas instâncias superiores da censura, mas que penetra muito profundamente, muito sutilmente em toda a trama da sociedade. Os próprios intelectuais fazem parte deste sistema de poder, a idéia de que eles são agentes da “consciência” e do discurso também faz parte desse sistema...”. Michel Foucault


“Uma teoria é como uma caixa de ferramentas. Nada tem a ver com o significante… É preciso que sirva, é preciso que funcione. E não para si mesma. Se não há pessoas para utilizá-la, a começar pelo próprio teórico que deixa então de ser teórico, é que ela não vale nada ou que o momento ainda não chegou." Gilles Deleuze


Fonte das citações:

Os intelectuais e o poder - Conversa entre Michel Foucault e Gilles Deleuze (trad. Roberto Machad
o)


                                      VIDAS, UTOPIAS E POESIA
                                                                  Tânia Marques

Poesia é mudança,
esperança,
andança
É o balbuciar de uma criança
É o registro de lembranças
Lembranças de um eu-profundo
Nem sempre tão impuro
Nem sempre tão imundo
Mas insensatamente fecundo

No filtro da memória
Cada poeta trilha sua história
Às vezes extensa e notória
Outras tantas pela metade
Dias escuros, meias verdades
Mas vêm o registro de algumas vontades

Poeta encantador,
Poeta da dor e do amor
Tu és dádiva em flor
Tua palavra é puro esplendor
No corpo da madrugada
De inspirações e vidas cravadas
De florestas sentimentais
e utopias estruturadas


O blog Utopia Ativa é um blog militante e poético, entre as dores do caminhoe os sonhos que se desenham na linha do horizonte... Um instrumento da Luta Antimanicomial, dos direitos Humanos, do Diireito à diferença, das lutas populares... é um caminho para a libertação...
Ecologia, mulheres, negros,, índios GLBT, meninos de rua, dpendentes químicos, o povo da rua... um canal para o trabalho de superação da exploração, opressão e mistificação; é uma poesia de esperança... Eu, Jorge Bichuetti, sou só o escriba dos sonhos e um narrador da caminhada...

direitos humanos, sim... tortura nunca mais...
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
amigos,hoje o blog www.aviagem1.blogspot.com presta uma belíssima, porém, não mercida homenagem ao utopia ativa e ao meu humilde trabalho de poeta...

8 comentários:

Concha Rousia disse...

Todas as homenagens que o Utopia Ativa recebe, merece, e muito mais, mesmo que não precise porque este é um espaço que liberta a quem vem de longe ou de perto mas tb liberta a que o cria... é o espaço onde qualquer verso se sonha voando rss... se os versos sonhassem e não fossem sonho, né? Então tudo mais que merecido, é os que lemos que usufruímos... eu me deixei escorregar por esses EEEEEEEEEEEEEEEEEs todos da Marta, e sai mudada pela poesia da Tânia, com esperança sentindo-me brilhante :), e ainda visitei o espaço da Evanir... e ainda as fotos, essa do gesto humano desde o chão... tudo harmonia nesta Utopia de hoje, Abraços para todas e todos aqui hoje, Concha

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Concha, creio, de verdade, que somos un rizoma e que produzimos nos entres dos encontros,,, Porém, fiquei feliz,,, muitaas nuvens se foram no calor dos afetos. Você uma grande responsável pela vivacidade do nosso utopia ativa. Abraços com carinnho eternura; jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Concha, creio, de verdade, que somos un rizoma e que produzimos nos entres dos encontros,,, Porém, fiquei feliz,,, muitaas nuvens se foram no calor dos afetos. Você uma grande responsável pela vivacidade do nosso utopia ativa. Abraços com carinnho eternura; jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Concha, creio, de verdade, que somos un rizoma e que produzimos nos entres dos encontros,,, Porém, fiquei feliz,,, muitaas nuvens se foram no calor dos afetos. Você uma grande responsável pela vivacidade do nosso utopia ativa. Abraços com carinnho eternura; jorge

Taciana disse...

Jorginho, estou cada vez mais entendendo/compreenderndo e vivenciado o que de fato é a UTOPIA ATIVA, mas conforme vou vivenciando me deparo por varios impasse que querem e desejam desmotivar e por mais que recorra a minha força e caixinha de ferramenta, em algum momento me sinto fragilizada pelos atravessamentos. Teria uma "formula magica" para encarar, fazer com que as pessoas, mais proximas sintam e comprenendam a importandia deste grito de liberdade. O que de fato está me afetando é que não é facil desistitucionalizar, se os outros não colaboram,ou se os outros não entendem esta real finalidade; a rede é muito perversa e consome e se não tomarmos cuidado, quando percebemos já estamos dentro dela.
Abraço, inte, este blogger tem me ajuda muito. Obrigada por existir tão perto
Tacia

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Taciana, tudo isso é o processo de desinstitucionalizar num mundo todo voltado para a exclusão; persistir é o caminho, não desanimar... Depois, nos ajuda muito diagnosticar onde estão as linhas duras e as flexíveis; os oponentes inredutíveise possíveis aliados: mapeado monta-se um caminho, onde o passo a passo, vai abrindo janelas e portas. Sentamose conversemos, posso ajudá-la em algo. E o curso desinstitucionalização, também, Abraços com carinho, Jorge

Bruno JP Teixeira disse...

BELAS IMAGENS! GOSTEI MUITO.

ABRÇS.
BRUNO JP TEIXEIRA - O PORTUGA
http://brunojpteixeira.blogspot.com/

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Bruno, lhe agradeço o carinho, abraços. Jorge