terça-feira, 21 de junho de 2011

SOCIEDADE DE AMIGOS: O TERNO TECE O INFINITO...

                             IMERSO NA IMENSIDÃO
                                                                ROSI ALVES                               

Homem solitário,
pensamentos distante,
no coração permanece a certeza,
que somente o amor constrói...

Avistei o mar, diante de mim,
sentei para admirar sua beleza
e logo imaginaram que eu estava triste...


                       ODE À VIDA
                           ROSI ALVES

Eu agradeço pela vida
Que liberta a alma,
Eco de alegria desborda
Como estrelas esplendorosas


2 comentários:

Rosi Alves... disse...

obrigado pelo carinho!amei
eu associei isso aquela imagem de um poste seu onde havia um homem solitário de frente ao mar e eu pensei porque essa imagem reflete negatividade ele pode esta sentado observando a beleza do mar...realmente a gente pinta a vida da forma que a gente olha,o problema do ser humano è o ACHISMO!

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Rosi: são lindos seus versos; abs ternos-jorge