quinta-feira, 18 de agosto de 2011

AMOR E CAMINHO: AFORISMOS DA DIGNIDADE

                                            Jorge Bichuetti

Toda lágrima que cai... é uma oração da vida. Ela na lágrima sofrida se declara uma excluída do mundo de neón e fantasias do nosso existir de marionetes plastificadas.
                                         ***
Cada flor que nasce é canto... canto da vida: esperança e sonho. Surdos e cegos, nada sabemos; só queremos saber dos criptogramas banais que lemos nas frívolas fábulas da mídia... nos plins... plins... gins e ais...
                                        ***
O espelho não nos desnuda nem nos revela... Maquiagem. Só se conhece quem aprendeu a ler e ouvir as batidas do próprio coração e as batidas do coração da vida...
                                        ***
Trocamos no vai-e-vem da contemporaneidade os tesouros dos valores pelos valores dos tesouros que nada mais são o mercado condensado nas bolsas dos (des)valores...
                                        ***
Quem foge dos caminhos da luta... não é pacifista; simplesmente, é engraxate de bélicos generais...
                                        ***
As estrelas no céu bailam; os homens no chão caminham ajoelhados...  e nem contam que no altar dos seus corações brilha a tirania do Capital... Deus canta no bailado das estrelas...
                                        ***
Ocupação de terra é apropriação da vida pela vida; a cerca dos latifúndios é trincheira da morte.
                                        ***
Amor é florescer o caminho de partilha... com a poesia da ternura.
                                        ***
Amor líquido é bordel de 1,99...
                                        ***
O sonho de libertação dos excluídos é o canto da vida que não se deseja vida mortificada no deserto da opressão...



4 comentários:

AFRANIO disse...

O AMOR é fascinante, sentimento nobre e belo; no entanto, não estamos livres de sofrer por muito amar...já nos dizia uma velha e sábia amiga "A vida é dura!"- e pensar que não acreditei nisto!...
Afranio

Rosi Alves... disse...

Eu amo tudo isso!bom dia beijoss

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Afrânio; o amor dá asas e vejo que mesmo na tristeza... ele nos ampara , pois é horizonte de afirmação da vida... Abs ternos, jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Rosi: que saudade das suas poesias... abs ternos, jorge