quarta-feira, 21 de setembro de 2011

POR UMA TERRA SEM MALES...

Terra sem  Males
  Pachamama
flores no campo
aves  no       céu
 povo-peregrino
luta          sonho
        iye
mãe  de   todos
canto  da   vida
ternura 
           de irmão:
floresça    
              justiça
ave,
              libertação!... 
                         jorge bichuetti



no índio
         há
         coração
               brasis,
na mata
          há
          germes
              porvir.
Sol e Lua
           no
           cosmos
               devires...
e no chão, 
        cinzas
                   na agonia
um canto: liberdade é vida
                      Xingu verdejante
no cruzeiro do sul, clama
        há dor
        longe, a mãe gentil:
entre rios
            riachos
                cachoeiras
                             lagos
lágrimas da vida,
Ameríndia
   Pachamama
          Mariama,
choro da terra no fogo da guerra,
um silêncio... 
       rasga o ventre
e a vida espera... a primavera
          flores-guerreiras
ato de libertação... 
              jorge bichuetti




ENTRE PEDRAS, FLORES...
XINGU VIVO SEMPRE!!!
NÃO À USINA BELO MONTE...


PELA APROVAÇÃO DA COMISSÃO DA VERDADE...


A VIDA VOA NAS ASAS DA LIBERDADE...




2 comentários:

edumanes disse...

Que bom seria viver numa terra sem males!
Certamente essa terra não existe?
Pensamento melhor, a terra não tem males. Os males são as pessoas que os fazem!

Continuação de uma boa semana sem males.
Um abraço
Eduardo.

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Eduardo: talvez, possamos ir semeando o novo e assim as pessoas vão se transformando. Abraços ternos, jorge