sábado, 24 de dezembro de 2011

POESIA: VOO DO AMOR NO SILÊNCIO DAS MANHÃS

                           VOO DO AMOR
                                 Jorge Bichuetti

Meus amores 
voaram todos e eu,
só, não sou ninho...
árvore seca, 
são de sonhos e poesias 
as mi'as
flores, os meus frutos... 
até a mi'a
sombra é um 
desenho rabiscado
na gruta deserta da mi'a solidão...


O amor voa... brilha estrela e
baila no vento... voa, voa e voa...


Já eu, permaneço 
com os pés
grudados no visco do chão e
só, vasculho os 
retratos, os cortes
e recortes que lacrimejam
no pulsar saudoso 
do meu 
pobre e exilado coração...






      NO SILÊNCIO DAS MANHÃS...
                                     Jorge Bichuetti


No silêncio das manhãs, eu escuto
a voz do tempo nas cantigas do vento...


Assim, deuses pagãos me anunciam
profecias baldias, vãs revelações....


Mas, no silêncio das manhãs, ouço
a vida e ela se cala... descrê das palavras,
se revela encantada pelo diz o caminho...


Ela, então, sussurra. serena e calma:
nada está feito, nem está enfeitiçado;
o destino é tecido e fertilizado nas
sementes que jorram ao longo da estrada...

9 comentários:

Anne disse...

Passei aqui para te deixar um calorzinho num abraço bem apertado neste momento teu e do Natal. Este último um período de renovação, reinvenção e recarregação de energias para enfrentar o ano novo.

beijos mil
Anne

SOL da Esteva disse...

Jorge

Neste Dia (Noite) Especial, apenas te quero desejar
um Santo Natal pleno de Paz e Amor (muito).

Aproveito, ainda, para te agradecer o apoio e a
presença manifesta ao longo deste ano.


Abraços

SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

Concha Rousia disse...

Em cada amor que sentiste, que te sentiu, mesmo quando voe, pois amor adora voar... Em cada novo voo vais lá tu voando também... O amor nos leva, mesmo que nós fiquemos no silêncio... Abraços meu querido amigo, todo o carinho que cabe por aqui nestas mensagens, envio para ti, e toda a ternura, beijinho desde o Meditterrâneo, onde ando estes dias. Concha

Concha Rousia disse...

Em cada amor que sentiste, que te sentiu, mesmo quando voe, pois amor adora voar... Em cada novo voo vais lá tu voando também... O amor nos leva, mesmo que nós fiquemos no silêncio... Abraços meu querido amigo, todo o carinho que cabe por aqui nestas mensagens, envio para ti, e toda a ternura, beijinho desde o Meditterrâneo, onde ando estes dias. Concha

Adilson - Rio de Janeiro - Brazil disse...

passan aqui para deixar meu abraço ...e os meu votos de um nal de luz ... abraços amigo

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne, carinho e alegrias no seu caminho. Paz. Abs ternos, jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Sol de Esteva.obrigado pelo carinho, paz e alegria num caminho de luzes e voos na magia do amor, abs ternos; jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Concha, os amores são voadores/ os ninhos permanecem...Sigamos tecendo ninhos na poesia que alimenta nossa capacidade de nos enternecer... abraços com carinho e votos de alegria, abs. jorge

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Adilson, obrigado... Alegria e paz no seu caminho. Abs ternos, jorge