segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A VIDA E O PORVIR - CANÇÕES E POESIAS

Fio Corda Teia
   o equilibrista
no ar     estrela
segurando   na
ventania         o luar...

No chão, mãos - uma 
rede     ancoradoura
       berço
do devir...  germinando
a ternura da nova rosa
aurora perfumando o porvir,

parto no cais
                   mina mar
                                horizonte azul...


                                jorge bichuetti



alguém
              canta
a poesia intergalática;
na Terra um buraco negro
fuzila o infinito
                     apaga a vela
e o barco segue sem leme -
a vida grita...
       lágrimas na escuridão.


o menino espera e confia
             entre capins e bichos
mira longe... há de haver u'a estrela-guia!

                  jorge bichuetti



entre pedras, flores...

2 comentários:

Anne disse...

Entre 'pedras e flores' é que nos guiamos num viver cheio de aventuras.

Um Feliz Natal cheio de amor.

bjs
Anne

Jorge Bichuetti - Utopia Ativa disse...

Anne, as flores medram entre pedras e no coração da gente... nos guiam a uma vida ternura e compaixão, beleza e doação. Sigamo-las... Feliz Natal, paz e alegria.
Abraços com carinho, jorge